top of page
  • Atendimento Conntador

Férias e 13º salário – Rescisão Contratual – Dispensa sem justa causa – Contagem dos avos

Atualizado: 15 de jun. de 2023

FÉRIAS Na cessação do contrato de trabalho, após 12 meses de serviço, o empregado, desde que não tenha sido dispensado por justa causa, terá direito à remuneração relativa ao período incompleto de férias, de acordo com o art. 130 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, na proporção de 1/12 avos por mês de serviço ou fração superior a 14 dias. O empregado que for despedido sem justa causa, ou cujo contrato de trabalho se extinguir em prazo predeterminado, antes de completar 12 meses de serviço, terá direito à remuneração relativa ao período incompleto de férias, observando-se essa mesma proporção. Quanto aos avos a serem considerados para fins de pagamento das verbas rescisórias, considerando que o empregado fora admitido em 21.08.2001 e dispensado em 04.01.2002 cujo aviso prévio indenizado se projetará até 03.02.2002, relativo as férias, leva-se em conta a data de admissão, conforme demonstrativo abaixo: Apuração de Férias Proporcionais 21 de agosto de 2001 a 20 de setembro de 2001 1 avo 21 de setembro de 2001 a 20 de outubro de 2001 2 avos 21 de outubro de 2001 a 20 de novembro de 2001 3 avos 21 de novembro de 2001 a 20 de dezembro de 2001 4 avos 21 de dezembro de 2001 a 20 de janeiro de 2002 5 avos (*) 21 de janeiro de 2002 a 03 de fevereiro de 2002 Não tem direito (**) Observação: (*) Já computada a projeção do Aviso Prévio Indenizado a partir de 05.01.2002. (**)No período de 21.01.2002 a 03.02.2002 (término da projeção do Aviso Prévio Indenizado) tem-se a fração de 14 dias, que no caso, não acarretará o direito a mais 1 avo de férias). Conforme exemplo acima, o empregado fará jus à 5/12 (cinco doze avos) de férias proporcionais. (Fundamento: Arts. 146 e 147 da Consolidação das Leis do Trabalho). 13º SALÁRIO Com base no art. 1º da Lei nº 4.090, de 13.07.1962, o 13º salário corresponderá a 1/12 da remuneração devida em dezembro, por mês de serviço, do ano correspondente. A fração igual ou superior a 15 dias de trabalho será havida como mês integral para o efeito do pagamento de cada avo. Para efeito de apuração de 1/12 avós terá o empregado que trabalhar fração igual ou superior a 15 dias dentro do mês, ou seja, leva-se em conta o mês calendário. Assim, no exemplo acima apresentado o empregado terá direito a 1/12 avos.

Legislação complementar: Decreto-lei nº 1.535, de 13.4.1977, art. 130, e 146 da lei 5452/43.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

LICENÇA SEM REMUNERAÇÃO

Veja os reflexos da licença não remunerada no contrato de trabalho Os contratos de trabalho são regidos pelo princípio da livre estipulação entre as partes, desde que não contrarie as disposições de p

NOVA REGRA DE TRABALHO EM FERIADOS EM 2024

A partir de março de 2024, a regra para trabalhar no feriado muda. Com a nova portaria, publicada no dia 13 de novembro, o trabalho nos feriados somente será permitido se houver previsão em convenção

FUNÇÃO NO REGISTRO DIFERENTE DA CTPS

O app da CTPS Digital apresenta informações de Classificação Brasileira de Ocupações - CBO (Código e o nome da ocupação). A nomenclatura utilizada CBO está relacionada às ocupações identificadas no m

bottom of page